Após ataque a cassino Calderón convoca reunião com gabinete

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 26 de agosto de 2011 as 08:39, por: cdb

CIDADE DO MÉXICO, 26 AGO (ANSA) – O presidente do México, Felipe Calderón, definiu como “um ato de terror e barbárie” o ataque contra um cassino mexicano que provocou a morte de ao menos 53 pessoas.
   
Por meio de sua página pessoal no microblog Twitter, o mandatário disse estar “profundamente consternado” com o atentado e afirmou que “a luta contra o crime deve ser mantida”.
   
“Estes repudiáveis ataques obrigam a todos nós a preservar a luta contra esses grupos criminosos sem escrúpulos”, disse Calderón.
   
O presidente convocou nesta sexta-feira uma reunião extraordinária de seu gabinete de segurança, durante a qual serão analisadas medidas contra os responsáveis pelo ataque.
   
Ontem, um grupo de seis homens lançou granada e incendiou o cassino Royale da cidade de Monterrey, que fica no estado de Nuevo León.
   
Até o momento, as autoridades mexicanas contabilizam ao 53 mortos e dez feridos. (ANSA)