Antonio Patriota debate a crise no Norte da África e no Oriente Médio 

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 25 de março de 2011 as 13:36, por: cdb

A onda de levantes populares em países do Oriente Médio e no Norte da África é assunto da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE). O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, participa de audiência pública na quarta-feira (30), a partir das 13h.

O objetivo da audiência – requerida pelo senador Pedro Simon (PMDB-RS) – é discutir a crise instalada em inúmeros países da região. Os senadores querem se informar e debater a condição em que vivem milhares de brasileiros no Norte da África e no Oriente Médio, bem como avaliar o impacto nas relações daqueles países com o Brasil. Nações como Líbia, Yêmen e Síria, dentre outros, vivem momentos de tensão com protestos populares em busca de mudança em seus regimes políticos.

As manifestações vêm no encalço de revoltas populares ocorridas em países como Tunísia e Egito, onde os protestos tiveram sucesso. Na Tunísia, o ditador Zine Al Abidine Ben Ali, no poder desde 1987, foi derrubado. Em seguida, o Egito viveu desfecho semelhante: acuado pelas manifestações, Hosny Mubarak renunciou, depois de 30 anos no comando do país.

Na Líbia, onde também aconteceram grandes protestos, a crise se degenerou em uma guerra civil, com o coronel Muamar Kadafi, há quase 42 anos no governo do país, bombardeando as cidades tomadas por forças rebeldes. Com a anuência das Nações Unidas, países da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) responderam atacando as posições de Kadafi e estabelecendo uma zona de exclusão aérea, impedindo assim que o ditador retomasse o controle total do país.

Tércio Ribas Torres / Agência Senado