ANP aprova transferência de blocos terrestres da OGX

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 27 de abril de 2010 as 12:29, por: cdb

A OGX Petróleo e Gás comunica que a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aprovou a transferência da participação de 70% dos direitos e obrigações referentes a sete blocos exploratórios terrestres na bacia do Parnaíba, interior do estado do Maranhão, detida por sua subsidiária OGX Petróleo e Gás Ltda., para a OGX Maranhão Petróleo e Gás Ltda.

A OGX Maranhão é uma sociedade de propósito específico em que a OGX S.A. detém 66,7% e a MPX Energia S.A., 33,3% do capital social, conforme já previsto no Comunicado ao Mercado divulgado no dia 24 de setembro de 2009. Em 24 de setembro de 2009, a OGX Ltda adquiriu a participação nos Blocos junto à Petra Energia Ltda., que permanece com 30% de participação nos mesmos.

Nesta ocasião, OGX e MPX firmaram um Memorando de Entendimentos que já previa a transferência da participação adquirida para a OGX Maranhão após a aprovação da ANP. Este Memorando de Entendimentos também formaliza a intenção de celebrar um acordo de fornecimento de gás natural pela OGX Maranhão para Usinas Termelétricas a serem desenvolvidas pela MPX em associação com a Petra, o que poderá garantir uma demanda para até a totalidade da produção.

A OGX também informa que já foi contratada com a Queiroz Galvão a sonda terrestre QG-1, que será responsável pela perfuração na região, prevista para ser iniciada em maio. Os blocos estão localizados na Bacia do Parnaíba, considerada nova fronteira, e se estendem por 21.471 km², apresentando relevante potencial para produção de gás, confirmado através de um poço perfurado em 1987 onde foram constatados indícios de hidrocarboneto.