Anatel contesta números do IBGE

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 17 de agosto de 2001 as 16:23, por: cdb

A Assessoria de Imprensa da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informou que a agência entrou em contato hoje com o IBGE, solicitando os números relativos ao setor de telecomunicações que constam do estudo do IBGE sobre o Produto Interno Bruto (PIB), divulgado quarta-feira e relativo ao segundo trimestre de 2001.

Segundo o levantamento do IBGE, houve uma queda de 11% na atividade econômica do setor de telecomunicações. Esse dado está sendo contestado pelo governo. Os assessores da agência nacional de telecomunicações disseram que o Conselho Diretor da Anatel vai discutir e analisar as informações que serão enviadas pelo IBGE.

No entanto, uma pesquisa recente da subsidiária brasileira do instituto norte-americano de pesquisa de mercado na área de Tecnologia da Informação e Telecomunicações, IDC – International Data Corporation, aponta que não só o setor não sofreu um grande impacto da crise energética como os investimentos devem se manter praticamente no mesmo patamar do ano passado, com números em torno dos US$ 9,3 bilhões e US$ 9,6 bilhões para as áreas de telefonia fixa e celular, respectivamente na área de infra-estrutura.

A pesquisa aponta, ainda, de que não há indicações de mudanças nas estimativas de crescimento relativas a novos assinantes dos serviços, que devem ser de 39 milhões na telefonia fixa e 40 milhões na telefonia celular no ano de 2001, com uma previsão de novos assinantes para 2002 de 39 milhões e 45 milhões, nos segmentos de telefonia fixa e celular.