Analistas prevêem: Economia crescerá em 2007 menos do que cálculo do PAC

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 30 de abril de 2007 as 15:44, por: cdb

Instituições financeiras ouvidas pela pesquisa Boletim Focus, do Banco Central, estimam que a economia do Brasil deve crescer abaixo da meta de 4,5% estabelecida pelo governo no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Segundo o relatório divulgado nesta segunda-feira, o Produto Interno Bruto (PIB, a soma de todas as riquezas produzidas no país) encerrará 2007 com expansão de 4,1%. A projeção é a mesma registrada na semana passada. Para 2008, a previsão é de crescimento de 4%, valor que se manteve pela terceira semana consecutiva.

De acordo com os analistas, a produção industrial crescerá 4% em 2007 e 4,4% no próximo ano.

Na avaliação deles, o dólar sobrevalorizado em relação ao real não comprometerá o desempenho das exportações. Os analistas apostam que a balança comercial encerrará o ano com superávit de US$ 40 bilhões. Esse valor é US$ 10 milhões menor que os US$ 40,01 bilhões registrados no levantamento anterior.

As projeções para a moeda norte-americana continuam em queda. Na avaliação dos analistas, o dólar fechará 2007 cotado a R$ 2,05 – um centavo a menos que a previsão da última semana. Para o final de 2008, a estimativa passou de R$ 2,13 para R$ 2,12.

O Boletim Focus também apontou que o investimento estrangeiro direto, que produz empregos, está em expansão. As previsões para este ano aumentaram de US$ 18,3 bilhões para US$ 19,45 bilhões entre as duas pesquisas.