Ampliação de fábrica vai gerar mais de mil empregos no Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 28 de setembro de 2004 as 10:16, por: cdb

Uma das principais empresas do setor petroquímico do Estado, a fábrica Prosint Química S/A, situada em Benfica, na Zona Norte do Rio, vai ampliar a produção de metanol e começar a produzir novos derivados, garantindo mais de mil novos empregos no Rio. O anuncio foi feito nesta terça-feira, no Palácio Guanabara, durante encontro da direção da empresa com a governadora Rosinha Garotinho.

O objetivo da ampliação, segundo a governadora, é suprir o déficit deste produto no mercado interno e ampliar a participação da empresa na cadeia produtiva.

– O projeto da Prosint visa aumentar a capacidade nominal de produção de metanol de 180 mil toneladas/ano para 270 mil toneladas/ano. Além disso, acontecerá a instalação de uma nova planta de metilal, que é um derivado do metanol, de 10 mil toneladas/ano.

Estiveram presentes, além de Rosinha Garotinho, o secretário de Energia, Indústria Naval e Petróleo, Wagner Victer, o presidente da Prosint, Carlos Cruz, e dirigentes do grupo Peixoto de Castro, controlador da Prosint.