American Airlines pode pedir concordata

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 16 de abril de 2003 as 10:26, por: cdb

A American Airlines, maior companhia aérea do mundo e que passa atualmente por uma grave crise financeira, decide esta quarta-feira se entra em concordata.

A decisão depende de uma assembléia dos comissários de bordo da empresa que se reúnem para decidir se aceitam ou não uma proposta de redução salarial.

A companhia já afirmou que pediria concordata caso ao menos uma das três principais categorias não aceitasse a redução de salários. Os funcionários operacionais e os pilotos já haviam aprovado a redução nos vencimentos, mas os comissários a rejeitaram ontem, em assembléia, por uma pequena margem de votos.

Graças à um acordo entre empresa e funcionários, uma nova votação poderá ocorrer hoje e definirá o destino da companhia.

Outras duas empresas aéras norte-americanas, a United Airlines e a US Airways, já operam em concordata