Aliança País passa por prova de fogo para eleições no Equador

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 4 de setembro de 2012 as 11:56, por: cdb

O governamental Movimento Aliança País, no Equador, converteu-se nesta terça (4) na primeira força política de alcance nacional a registrar-se no padrão eleitoral com vistas às eleições de 2013.
A organização recebeu 826 mil assinaturas válidas em apoio para sua inscrição no processo eleitoral, no qual serão escolhidos, no próximo 17 de fevereiro do próximo ano, o presidente, o vice-presidente e todos os 137 membros da Assembleia Nacional (Parlamento).

O chefe do Conselho Nacional Eleitoral, Domingo Paredes, confirmou que o grupo ultrapassou com alta porcentagem o número de votantes afiliados requerido para indicar candidatos e disputar as eleições.

Paredes disse que as 205 mil assinaturas adicionais apresentadas pelo País na sexta-feira, 31 de agosto, serão revisadas em um segundo momento, como parte da depuração dos padrões eleitorais dos grupos políticos.

Terá início agora a segunda fase da revisão dos registros de filiação do partido Roldosista Equatoriano (PRE), enquanto que começará a do Movimento Centro Democrático, da província de Guayas; do Movimento Tempo de Mudança, de Tungurahua; e Sociedade Patriótica.

O PRE não atingiu nos últimos dias o apoio necessário para formalizar a sua participação nas eleições, mas entregou outra quantidade de rubricas que serão processadas hoje.

Nas últimas horas, dois cidadãos se entregaram de forma voluntária em Guayas, depois de decidirem cooperar com a justiça para descobrir quem adulterou as bases de dados entregues ao Consleho Nacional Eleitoral.

Até agora cinco pessoas foram envolvidas nesta fraude, considerada pelas autoridades locais como a maior na história democrática da nação.

Os partidos políticos têm até 24 de setembro para reunir o apoio de pelo menos 1,5 por cento do eleitorado nacional para poder nomear candidatos no próximo exercício democrático no país.

Fonte: Prensa Latina

 

..