Aliados em Basra têm como prioridade a erradicação do partido Baath

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 29 de março de 2003 as 11:43, por: cdb

A prioridade da força aliada que está cercando a cidade iraquiana de Basra é acabar com o partido governamental Baath, diz o coronel Chris Vernon, porta-voz das tropas britânica no Kuwait. “A prioridade absoluta das forças britânicas é erradicar o partido Baath”, afirmou Vernon, explicando que todos os representantes do partido serão considerados “combatentes” ou inimigos das tropas aliadas.

O coronel também afirmou que “as forças irregulares (iraquianas) demonstraram sua vontade de resistir, mas o Exercito britânico as está erodindo”. As tropas britânicas mantêm cercada Basra, uma cidade de 1,5 milhões de habitantes, em sua maioria xiitas muçulmanos, que está vivendo uma crise humanitária devido à falta de água e de eletricidade.

Houve na cidade sangrentos confrontos entre as tropas aliadas e as milícias iraquianas (fedayines). Sobre a duração deste conflito, Vernon disse: “Não posso prever o tempo nem quanto vamos demorar para criar as condições necessárias para conseguir os efeitos que perseguimos”.

“Gostaríamos de ganhar Basra antes que Bagdá, porque isso reduziria a pressão na tomada da capital”, declarou o oficial britânico, que reconheceu que não tem sido fácil para as tropas aliadas conquistar a confiança dos iraquianos.

Ele também afirmou que a coalizão anglo-americana “não tem nenhuma pressa” nesta campanha. “É uma operação militar que durará o tempo que for necessário e será desenvolvida nas condições e nos termos” que os comandantes aliados decidirem.

Vernon disse ainda que o Governo iraquiano “teve a chance de capitular cedo, mas não a aceitou”.