Aliado de Arruda que iria analisar impeachment deixa a Câmara do DF

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 6 de fevereiro de 2010 as 11:48, por: cdb

O deputado Geraldo Naves (DEM) deixou nesta sexta-feira a sua vaga na Câmara Legislativa do Distrito Federal, conforme informou a assessoria do parlamentar. Naves era o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que vai analisar os pedidos de impeachment de Arruda. A assessoria de Naves disse que não irá comentar a sua saída da Câmara.

Mais cedo, Naves, aliado do governador José Roberto Arruda (ex-DEM, sem partido), confirmou que o bilhete entregue ao jornalista Edson Sombra foi, de fato, escrito pelo governador, mas negou que faça parte de uma tentativa de suborno. O bilhete foi apresentado por Sombra à Polícia Federal (PF) para comprovar a pressão sofrida para mudar seu depoimento sobre o suposto esquema de distribuição de propina no governo do Distrito Federal e na Câmara Legislativa.

Em um flagrante montado com a Polícia Federal, Sombra recebeu R$ 200 mil de Antonio Bento, integrante do Conselho Fiscal do Metrô do Distrito Federal desde 2007 e seu funcionário em um jornal de Brasília. Bento foi preso e levado para a Superintendência da Polícia Federal, onde passou a noite. Hoje foi transferido para o Complexo Penitenciário da Papuda. Sombra prestou depoimento e foi liberado.