Alerta de terror fecha por 2 dias porto no Alasca

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 2 de janeiro de 2004 as 09:28, por: cdb

O porto Valdez, um dos principais escoadores de petróleo do Alasca, foi temporariamente fechado entre a terça e a quinta-feira por causa de uma possível ameaça terrorista, foi revelado nesta sexta-feira.

Um porta-voz do governo americano disse que a medida é parte do “esforço contínuo para garantir a segurança da pátria”.

Desde setembro, já haviam sido impostas restrições no local, como a proibição de se aproximar mais de 200 metros de qualquer tanque de petróleo.

Russ Knocke, do Departamento de Segurança Interna, disse que a decisão de fechar o porto do Alasca era consistente com o código laranja de segurança adotado pelos Estados Unidos desde 21 de dezembro.

Sem afetar a produção

O código é o segundo mais alto, em uma escala de cinco pontos.

Não foram revelados detalhes do que levou ao fechamento do porto, mas membros da guarda costeira disseram que ele já voltou a operar normalmente.

“No momento, estamos autorizando o tráfego de tanques”, disse o porta-voz da guarda costeira local.

O porto Valdez é o local de escoamento do oleoduto Trans-Alasca, que carrega cerca de 17% do fornecimento de petróleo americano, extraído da baía de Prudhoe.

A operadora do oleoduto, Alyeska Pipeline Service Co, disse que a produção não foi interrompida pelo fechamento de dois dias.