Alemanha enfrenta risco de quebradeira no setor de Transportes

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 10 de outubro de 2009 as 13:06, por: cdb

Mais de 900 empresas de transporte da Alemanha podem quebrar antes do fim do ano, anunciou neste sábado o presidente da Confederação Alemã de Transportes de Mercadorias (BGL). Em declarações à revista econômica Wirtschaftwoche, o presidente da BGL, Karlheinz Schmidt, destacou que pelo menos 80 mil empregos estão ameaçados.

A queda na demanda, uma consequência da atual crise econômica, é o principal motivo da grave situação no setor, que atinge principalmente as pequenas empresas, em sua maioria subarrendatárias das grandes transportadoras. A revista diz ainda que o aumento do imposto sobre veículos, previsto pela chanceler conservadora Angela Merkel, para janeiro, vai piorar o problema das empresas, sobretudo daquelas que não buscaram diversificar suas atividades.

Só no primeiro semestre deste ano, a crise fez aumentar em 30%, para 445, o número de empresas de transporte que quebraram em toda a Alemanha.