Alemães castigam reformas de Schroeder em eleição regional

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 6 de setembro de 2004 as 10:21, por: cdb


O partido do chanceler alemão Gerhard Schroeder sofreu um duro golpe neste domingo em uma das eleições regionais da Alemanha, em que um partido de extrema direita resultou como o grande vencedor.

O Partido Social Democrata de Schroeder obteve 30,8% dos votos no estado ocidental de Saarland, seu pior resultado na região desde 1960, no que foi considerado um voto de protesto da população contra os planos de Schroeder de realizar a maior reestruturação do estado de bem-estar social na Alemanha desde a 2a. Guerra Mundial.

Os conservadores democrata-cristãos, que governam o estado de fronteira com a França desde 1999, se mantiveram no poder com 47,5% dos votos. As reformas provocaram uma série de manifestações nas ruas e pesquisas de opinião indicaram um apoio maior tanto para a extrema direita quanto para a esquerda.

A derrota deste domingo marcou o sexto golpe em sete eleições estaduais desde o início de 2003, quando Schroeder começou as reformas.

Entretanto, líderes social-democratas disseram que não haveria como voltar atrás nas reformas, que a maioria dos especialistas consideram cruciais para acabar com anos de estagnação econômica e para compatibilizar o estado de bem-estar social alemão com o envelhecimento da população.

– Sabemos que estamos agindo corretamente e vamos nos apegar a isso – disse o secretário-geral do Partido Social Democrata, Klaus Uwe Benneter.