Além da reparação econômica, as ações da Caravana da Anistia são acompanhadas de um pedido de desculpas do Estado brasileiro Publicada em 28/02/2012 às 14:02

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 28 de fevereiro de 2012 as 12:34, por: cdb

Foto: Agência Brasil
Paulo Abrão, do Ministério da Justiça, estará na Caravana

Camaçari será sede da 54ª Caravana da Anistia. O evento acontece nesta quarta-feira (29/02), a partir das 9h, no Teatro da Cidade do Saber.

A 54ª Caravana da Anistia vai contar com as presenças do governador Jaques Wagner, do prefeito Luiz Caetano, do presidente da Comissão Nacional de Anistia do Ministério da Justiça, Paulo Abrão Pires Júnior, além de representantes da CUT (Central Única dos Trabalhadores), dos sindicatos da categoria de petroquímicos e da sociedade civil.

Na oportunidade, serão julgados processos de cerca de 110 operários do Polo Petroquímico perseguidos e demitidos por participarem de movimentos grevistas na década de 80, em especial da greve realizada em 1985.

A Caravana da Anistia é organizada pela Comissão Nacional da Anistia do Ministério da Justiça e pelo grupo Tortura Nunca Mais

 PROGRAMAÇÃO

9h30 – Apresentação de vídeo institucional da Comissão Nacional de Anistia

9h50 – Composição da mesa

9h55 – Execução do Hino Nacional

10h – Bandeira da Liberdade Democrática

10h05 – Apresentação do vídeo Luta e Resistência

10h20 – Sessão de Memória

10h25 – Execução do Hino da Bahia

10h30 – Fala das Autoridades

12h – Apresentação cultural de grupos locais

14h30 – Retomada dos trabalhos com instalação da mesa para os julgamentos e leitura dos votos

19h – Encerramento