Air France e Lufthansa anunciam resultados negativos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 14 de maio de 2003 as 09:07, por: cdb

A companhia aérea alemã Lufthansa anunciou, nesta quarta-feira, perdas operacionais de 415 milhões de euros (US$478 milhões) no primeiro trimestre, um dia depois de a Air France ter registrado queda de 22% em seu lucro líquido anual, totalizando 120 milhões de euros (US$138,2 milhões).

Terceira maior companhia aérea da Europa em número de passageiros, a Lufthansa havia anunciado perdas de 12 milhões de euros em igual período do ano passado.

O novo resultado, que ficou acima das previsões de analistas econômicos entrevistados, se deveu aos conflitos no Oriente Médio e ao surto de Sars, a pneumonia atípica que se espalhou por mais de 30 países, segundo a companhia alemã.

Ainda de acordo com a Lufthansa, suas vendas no primeiro trimestre caíram 4,6%, para 3,7 bilhões de euros – para o resto do ano, os resultados ainda dependeriam dos desdobramentos da Sars, da situação econômica global e das tensões no Oriente Médio.

No entanto, a empresa disse que se encontra numa “posição financeira estável”, com sua dívida líquida no primeiro trimestre sendo reduzida para um bilhão de euros.

No início da semana, a Lufthansa havia informado que o número de passageiros em abril caiu em média 2,8% em relação a igual mês do ano passado, com as viagens para a região Ásia-Pacífico apresentando uma redução de 20 por cento.

A empresa diminuiu a jornada de trabalho de seus funcionários e reduziu o número de vôos em conseqüência da queda na demanda.

Em Paris, a Air France também atribuiu seus resultados à guerra no Iraque e ao vírus da Sars.

Segunda maior companhia aérea da Europa em número de passageiros, a Air France afirmou que teve queda de 18% em seu lucro operacional, para 192 milhões de euros.

Manifestando otimismo em relação ao resto do ano, a empresa declarou que está notando um aumento na demanda fora das áreas na Ásia mais atingidas pela Sars.