Agroeste Bahia vai reunir cadeia produtiva de grãos e fibras

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 9 de setembro de 2004 as 10:00, por: cdb

Município conhecido pela larga produção de grãos como soja, café, algodão e milho, Luís Eduardo Magalhães sediará o 5º seminário Agroeste Bahia. O evento, que acontecerá no Hotel Saint Louis, deve atrair cerca de 500 participantes entre os dias 21 e 23 deste mês e terá na pauta temas atuais, tanto em abordagens de interesse macro, quanto micro-econômicas para cada um dos elos das cadeias produtivas de grãos e fibras. Em debate estarão tópicos como sistema de escoamento da produção, mercado de commodities, meio ambiente, entre outros. 

 Para o coordenador do evento, Wilson Andrade, presidente da Bolsa de Mercadorias da Bahia (BMB), o Agroeste já se consolidou no calendário dos grandes produtores, industriais e traders de fibras e grãos do país e tem em seu raio de alcance os estados do Tocantins, Goiás e parte do Piauí. “Esse é o mais importante e atuante fórum de debates do segmento no Oeste brasileiro”, assegura.

– Trata-se de um encontro que vai buscar e apresentar soluções para os gargalos das cadeias produtivas, como é o caso da logística das safras, um fator preocupa e que merece toda a atenção – afirma o coordenador, remetendo ao conceito de “crise de abundância”, que é o descompasso entre o crescimento das safras e a estagnação nos sistemas de escoamento e armazenamento dos produtos.

Andrade adianta que no seminário estarão presentes representantes de cinco portos brasileiros, de Vitória do Espírito Santo a Suape (PE), passando pelos portos de Ilhéus, Aratu e Salvador, que vão apresentar suas vantagens de custo para o transporte, desde a porta do produtor ao porão do navio. Também serão apresentados novos projetos de transporte operacionalmente viáveis com ferrovia e mesmo hidrovia.

Esta é a primeira vez que o seminário acontece em Luís Eduardo Magalhães. Duas edições anteriores aconteceram em Salvador e duas em Barreiras. Segundo a coordenação, a mudança de sede para o Oeste aproximou o evento dos setores envolvidos. O Agroeste é uma realização do Instituto Miguel Calmon (Imic), Associação dos Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), Bolsa de Mercadorias da Bahia (BMB), juntamente com Governo do Estado, através da Secretaria da Agricultura (Seagri), e Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães.