Aeroportos dos EUA não detectam armas e explosivos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 23 de setembro de 2004 as 09:50, por: cdb

Agentes do governo norte-americano disfarçados conseguiram passar com explosivos e armas por postos de controle de 15 aeroportos dos Estados Unidos, afirmou nesta quinta-feira o jornal USA Today, citando uma investigação realizada pelo Departamento de Segurança Interna.

Os resultados dos testes do departamento, feitos durante a segunda metade de 2003, foram apresentados em um relatório secreto para membros do Congresso enquanto uma versão menos detalhada era divulgada nesta quarta-feira, disse o diário.

Em entrevista ao USA Today, o deputado republicano John Mica, presidente da subcomissão de aviação da Câmara dos Representantes (deputados), confirmou que, segundo o relatório, armas e explosivos tinham passado pelas máquinas de segurança dos aeroportos. Mica disse que o resultado das investigações sobre as armas era “muito ruim”, mas que era pior quanto aos explosivos.

As falhas de segurança foram atribuídas ao treinamento inadequado de pessoal. O relatório também pedia a instalação de melhores equipamentos. As pessoas responsáveis pela revista de passageiros nos aeroportos trabalham para a Agência de Segurança nos Transportes, ligada ao Departamento de Segurança Interna dos EUA.

Em um relatório divulgado em 2003, agentes disfarçados tinham conseguido passar com revólveres, facas e cortadores de papelão pelos postos de controle, disse o jornal. A Agência de Segurança nos Transportes afirmou ao Congresso em novembro passado que realizaria mais testes com agentes disfarçados para saber se seus funcionários conseguiriam identificar supostas ameaças terroristas.