Aécio pressiona tucanos pela definição de candidato ao Planalto

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 20 de outubro de 2009 as 13:00, por: cdb

Caso o PSDB não decida, o quanto antes, quem será o candidato à sucessão presidencial, no ano que vem, o governador de Minas, Aécio Neves, um dos possíveis presidenciáveis tucanos, poderá se lançar à campanha por uma vaga ao Senado. Aécio recebeu uma série de elogios de integrantes do Partido Democratas (DEM), que ajudam a pressionar a legenda a escolher entre ele e o governador paulista, José Serra. O político mineiro esteve em São Paulo, nesta terça-feira, para uma série de reuniões na sede nacional do partido.

Segundo fontes no PSDB, Aécio está disposto a brigar pela posição de candidato tucano à sucessão presidencial e não aceita concorrer a vice numa chapa com o governador de São Paulo, José Serra (PSDB). Ele estaria preocupado acerca da indefinição do partido. Na opinião de Aécio, se a decisão ficar para março do ano que vem, poderá repetir o cenário de 2006, quando o ex-governador Geraldo Alkmin perdeu a disputa com o atual presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, por uma falha da direção tucana, que o teria lançado tardiamente.