Adolescentes em conflito com a lei: seminário discute desafios para um jornalismo de qualidade

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 18 de maio de 2012 as 13:43, por: cdb

A realidade vivida pelos adolescentes em conflito com a lei será o foco de debate do Seminário Direitos em Pauta, entre os dias 22 a 24 de maio, no hotel Kubitschek Plaza, em Brasília (DF). O encontro reunirá 240 participantes, entre profissionais e estudantes de comunicação e especialistas brasileiros e latino-americanos.

A abertura do evento, que tem como tema: Imprensa, Agenda Social e Adolescentes em Conflito com a Lei, acontecerá às 15h do dia 22 maio no Espaço Cultural Ecco, com a palestra da psicóloga e cineasta Eliane Caffé, diretora do filme Narradores de Javé, e uma exposição de fotografias produzidas por jovens de vários estados do Brasil.

Um dos objetivos é identificar parâmetros que balizem a construção de um noticiário ético, pautado pela investigação de políticas públicas. A temática, além de polêmica, enfrenta graves obstáculos para conquistar espaço qualificado na esfera pública de discussões.

O evento é realizado pela ANDI – Comunicação e Direitos em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, contando com patrocínio da Petrobras e apoio do Instituto Camargo Corrêa.

Durante o evento, serão lançadas duas publicações realizadas a partir de parceria estabelecida entre a ANDI e a SDH: o manual “Adolescentes em conflito com a lei: Guia de referência para a cobertura jornalística” e o estudo “Direitos em Pauta: Imprensa, agenda social e adolescentes em conflito com a lei – uma análise da cobertura de 54 jornais brasileiros entre 2006 e 2010”.

Fonte: Equipe ANDI

Adolescentes em conflito com a lei: seminário discute desafios para um jornalismo de qualidade

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 18 de abril de 2012 as 15:03, por: cdb

Temática polêmica eque historicamente enfrenta graves obstáculos para conquistar espaçoqualificado na esfera pública de discussões, a realidade vivida pelosadolescentes em conflito com a lei será foco, nos dias 22 a 24 de maio, deencontro que congregará profissionais de comunicação e fontes de informação doBrasil e de outras nações latino-americanas. Inscrições estão abertas até o dia29 de abril, em www.direitosempauta.andi.org.br

Intitulado Direitos em Pauta: Imprensa, Agenda Social eAdolescentes em Conflito com a Lei, o seminário propiciará inúmeras oportunidadesde debate e de troca de experiências, além de buscar identificar parâmetros quebalizem a construção de um noticiário ético, pautado pela investigação daspolíticas de atendimento a esses segmentos.

Entre outraspersonalidades convidadas para compartilhar sua visão sobre a temática, oprograma do evento conta com Caco Barcellos, Oscar Vilhena Vieira, GilbertoDimenstein, Leoberto Brancher, Mauri Konig, Rosa Maria Ortiz, Marcelo Canellas,Carmem Oliveira, Eliane Trindade, Conceição Paganelle e Ricardo Noblat.

O evento érealizado pela ANDI – Comunicação e Direitos em parceria com a Secretaria deDireitos Humanos da Presidência da República, contando com patrocínio daPetrobras e apoio do Instituto Camargo Corrêa.

Qualificar o debate

Para o secretário-executivoda ANDI, Veet Vivarta, a questão do adolescente em conflito com a lei “é umtema cercado de preconceitos e estereótipos, de dificuldades para o avanço naspolíticas públicas e de problemas na cobertura da imprensa”. Ele revela querecente análise sobre o noticiário de jornais das diversas regiões do Paísdiagnostica forte tendência a uma abordagem factual, centrada no mero registrodos atos violentos. Pouco se discute sobre as causas e soluções relacionadas àproblemática ou sobre o grau de efetividade do marco legal e dos programas queentes governamentais e da sociedade civil vêm implementando.

“Por certo temosnessa cobertura excelentes exemplos de jornalismo investigativo, que questionamfalhas no sistema de garantia de direitos e discutem caminhos para oaperfeiçoamento destas políticas”, aponta Vivarta. Entretanto, ele destaca queessas reportagens são exceção em meio a uma produção editorial com sériaslimitações desde o processo de elaboração da pauta, à diversidade das fontesouvidas, à edição final e ao uso de imagens.

No dia de aberturado seminário, 20 profissionais de diversos estados receberão o título deJornalista Amigo da Criança. Criado em1997, o diploma já foi concedido a 346profissionais – há cinco anos não ocorre nova titulação. Oferecido pela ANDI epela Petrobras, a titulação é uma forma de reconhecer jornalistas que trabalhampautados pelo forte compromisso com a ética e com a cobertura da agenda socialbrasileira.

Inscrições

O evento receberá240 participantes, entre atores da sociedade civil organizada; representantesdo poder público e organizações internacionais; membros da academia ejornalistas/comunicadores.

Além dosprofissionais previamente convidados pela ANDI, foram reservadas 80 vagas parademais interessados na temática. O processo de seleção prevê o preenchimento deformulário eletrônico.