Adolescente é morta em assalto ao Metrô no Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 25 de março de 2003 as 22:14, por: cdb

A estudante Gabriela Prado Maia, de 14 anos, foi morta durante tiroteio entre policiais e quatro assaltantes na estação do metrô de São Francisco Xavier, na Tijuca, Zona Norte do Rio. O roubo ocorreu na tarde desta terça-feira. Dois policiais que participaram do confronto ficaram feridos. Eles estavam à paisana.

Os dois ladrões fugiram pelos trilhos do metrô, o que provocou o fechamento de quatro estações durante mais de meia hora. Segundo a Polícia Civil, o tiroteio começou quando um grupo de homens armados assaltava a bilheteria da estação. Um policial civil que passava pelo local percebeu a ação e tentou impedir o assalto. Iniciou-se um tiroteio. O policial acabou levando dois tiros nas costas.

Dois ladrões fugiram por uma das saídas da estação, mas continuaram fazendo disparos. Um outro policial, que estava na rua, começou a atirar em direção aos assaltantes e acabou baleado.

A adolescente, que estava na escada de acesso à estação, acabou atingida por um tiro no peito. Ela foi levada para o hospital do Andaraí, onde faleceu.

Na fuga, os dois assaltantes roubaram um carro em frente à estação. Em uma rua próxima, eles bateram com o veículo na traseira de um ônibus e roubaram um outro carro, abandonado nas imediações.

Os dois cúmplices que pularam nos trilhos não foram mais vistos. O tiroteio provocou pânico entre os passageiros, que se deitaram no chão de um trem que estava parado na estação.

Os policiais feridos foram identificados como os inspetores Renato Lemos Laifi, 42 e Luiz Carlos de Carvalho, 32. Ambos estão fora de perigo.