Acusado de matar babá de 11 anos é condenado a 52 anos de prisão

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 7 de maio de 2007 as 19:38, por: cdb

Foi condenado na noite desta segunda-feira a 52 anos de prisão, em Belém, Ronivaldo Guimarães, acusado de violentar e matar a babá Marielma de Jesus Silva Sampaio, de 11 anos. O júri entendeu que ele cometeu os crimes de homicídio, estupro, cárcere privado e porte ilegal de arma.

Em dezembro do ano passado, Guimarães já tinha sido condenado a 52 anos de prisão, mas seus advogados apelaram e ele foi a júri novamente.

Segundo a promotoria, Guimarães e a mulher, Roberta Sandreli Monteiro, mataram Marielma em 12 de novembro de 2005. A mulher também deveria ser julgada nesta segunda, mas o advogado Dorivaldo Belém não compareceu ao julgamento dizendo estar doente. O juiz Raimundo Moisés Alves Flexa determinou que o júri seja realizado na quinta-feira.

Roberta já havia sido julgada anteriormente pelo mesmo crime. Em agosto do ano passado, foi condenada a 38 anos de prisão.