Acusado de mandante da morte de Dorothy tem novo julgamento

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 12 de abril de 2010 as 11:49, por: cdb

Está marcado para esta segunda-feira , no Tribunal do Júri de Belém – no Pará – o novo julgamento do fazendeiro Vitalmiro Bastos de Moura, o Bida, acusado de ser o mandante da morte da missionária norte-americana Dorothy Stang.

Este é o terceiro julgamento de Bida. No primeiro, ele foi condenado a 30 anos de prisão, mas obteve o direito a um novo júri. No segundo, ele foi absolvido, mas a sentença foi anulada. O julgamento desta segunda-feira (12) deveria ter ocorrido em 31 de março, mas foi adiado devido à ausência dos advogados de defesa. O crime ocorreu em 12 de fevereiro de 2005 em Anapu (PA).

Até agora, foram condenados Rayfran das Neves, que cumpre pena de 28 anos de prisão, Clodoaldo Batista, condenado a 17 anos, e Amair Feijoli, a 18 anos.