Acusado de corrupção, ministro se suicida no Japão

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 28 de maio de 2007 as 11:17, por: cdb

O governo japonês confirmou a morte do ministro da Agricultura do país,Toshikatsu Matsuoka, encontrado enforcado no seu apartamento depois de supostamente cometer suicídio.

Matsuoka, 62 anos, estava envolvido em dois escândalos políticos, embora contasse com o apoio firme do primeiro-ministro, Shinzo Abe.

Ele deveria comparecer nesta segunda-feira ao parlamento para esclarecer escândalos de financiamento político.

Matsuoka era acusado de receber doações de um empresário, e havia pedido um reembolso de mais de 28 milhões de ienes (cerca de R$ 450 mil) por despesas que normalmente são realizadas sem custo em seu gabinete.

O correspondente da BBC em Tóquio, Chris Hogg, diz que o ministro foi encontrado pendurado, de pijamas, na sala de seu apartamento, e levado ao hospital, onde morreu.

Segundo a imprensa japonesa, uma nota foi encontrada perto dele.

O correspondente da BBC disse que a morte de Matsuoka é mais um golpe no governo do atual premiê, Shinzo Abe.

Pesquisas de opinião divulgadas nesta segunda-feira mostram que a aprovação à gestão está no nível mais baixo dos últimos oito meses.

Apesar disso, e a despeito de recomendações de integrantes do seu próprio partido, Abe sempre defendeu seu ministro da Agricultura, e, segundo o correspondente da BBC, agora terá de responder às questões levantadas pela morte de seu subordinado.