Acordo reduz preço de remédio contra aids

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 31 de agosto de 2001 as 20:13, por: cdb

O ministro da Saúde, José Serra, anunciou hoje, na sede da Fundação Instituto Oswaldo Cruz (Fiocruz), que entrou em acordo com o Laboratório Roche do Brasil para a redução de 40% do preço do medicamento Nelfinavir, um dos 12 componentes do coquetel tomado pelos portadores do vírus da aids. A unidade do remédio, que custava US$ 1,7 passa a ter o preço de US$ 0,64.

“O gasto previsto para um ano era de US$ 88,5 milhões e a economia com esse acordo será de US$ 35,4 milhões”, disse o ministro. “Havíamos encerrado as negociações e estávamos realizando a quebra compulsória da patente, mas a oferta do laboratório era vantajosa para nós e aceitamos o acordo. Nossa intenção é a de produzir remédio a baixo custo e não marcar uma posição política.”

Serra lembrou que desde 1998 o preço do Nelfinavir baixou 87%. O ministro anunciou ainda que o laboratório Glaxo propôs ao ministério a produção em parceria de dois outros remédios do coquetel, Abacavir e Amprenavir. “Para nós, a produção em parceria é a situação ideal, pois garante o fornecimento contínuo do remédio, a independência do preço com relação ao dólar e o nosso acesso a tecnologia de sua fabricação”, encerrou o ministro.