Acordo com Petrobrás pode baratear custo de obras em estradas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 14 de abril de 2003 as 12:53, por: cdb

O ministro dos Transportes, Anderson Adauto, afirmou que está costurando um acordo com a Petrobras para diminuir os custos das obras rodoviárias. A intenção é fazer com que a estatal forneça o betume, utilizado na conservação do asfalto, material que é atualmente pago pelas construtoras.

De acordo com o ministro, a BR Distribuidora poderia fiscalizar a qualidade e a aplicação do material pelas empreiteiras. Segundo Adauto, os gastos com a recuperação das estradas do País são calculados em R$ 5 bilhões por ano.

“Já começamos a fazer uma operação emergencial de tapa-buracos. Hoje mesmo estou indo ao Rio para discutir com a Petrobras os detalhes do acordo que permitirá o fornecimento do material betuminoso”, disse ele, nesta segunda-feira. Segundo o Ministério dos Transportes, o Brasil tem 58 mil quilômetros de rodovias pavimentadas, sendo 4,5 mil concedidas à iniciativa privada. O patrimônio é calculado em US$ 150 bilhões.

O ministro participou hoje do seminário “O Futuro do Modelo de Concessões de Rodovias”, promovido pelo jornal Valor Econômico, no Hotel Renaissance, na capital paulista.