Ações da Vale lideram alta com dúvidas do mercado sobre dólar

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 5 de maio de 2003 as 16:21, por: cdb

A ação com direito a voto (ON) da Companhia Vale do Rio Doce lidera a lista de altas do Ibovespa. O papel sobe 4%, para R$ 85,10. No ano passado, o maior preço foi atingido em 11 de dezembro, quando bateu em R$ 109.

Em segundo lugar na lista de altas, está a ação PNA da Vale com valorização de 3,7%, para R$ 80,85. É a segunda mais negociada do dia, respondendo por 8,6% do giro total da Bolsa.

No entanto, a cotação ainda está longe do seu melhor desempenho no ano passado – R$ 102,20 em 11 de dezembro.

O analista Marcelo Ribeiro, da corretora Pentágono, colocou a ação da mineradora como a sua principal recomendação de compra.

Ele diz que a alta do papel está relacionada à nova avaliação de alguns investidores para o mercado de câmbio. Não está claro para os bancos a posição do governo sobre o patamar da moeda americana.

As declarações do Planalto – inclusive do presidente Lula – são divergentes. Além disso, o vice-chanceler da Argentina, Martín Redrado, disse que o Brasil e a Argentina estudam criar uma conjunta para a flutuação do dólar.

– Para quem aposta que o dólar atingiu o piso, ter a ação da Vale na carteira corresponde a um hedge cambial -, afirma.

Nesta segunda-feira a moeda americana está em alta de 2,69%, cotada a R$ 3,045.