ACM desiste da presidência da CCJ

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 17 de fevereiro de 2003 as 16:23, por: cdb

O senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) anunciou hoje que, apesar do apoio total do PFL, e para não criar constrangimentos aos demais partidos, vai se afastar temporariamente da Comissão de Constituição e Justiça até que sejam concluídas as investigações sobre as denúncias de grampo telefônico Bahia, em que ele aparece como principal suspeito. A desistência temporária foi sugerida no fim de semana pelo senador Eduardo Suplicy (PT-SP).

O senador Edison Lobão (PFL-MA) deverá ser indicado pelo partido para presidir a CCJ do Senado, em substituição a ACM. O líder do PFL no Senado, José Agripino, consultará ainda hoje a bancada sobre o nome de Lobão, que foi sugerido pelo próprio senador baiano. A indicação de Marco Maciel (PE) está afastada, porque ele não integra a CCJ.