Acaba rebelião em Bangu Quatro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 9 de fevereiro de 2003 as 11:48, por: cdb

A Secretaria Estadual de Segurança Pública informou que chegou ao fim a rebelião de cerca de mil detentos do presídio Jonas Lopes de Carvalho (Bangu 4), na zona oeste do Rio. As negociações foram conduzidas por agentes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e ganharam reforço, no final desta manhã, de deputados da Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro.

A rebelião, iniciada pouco antes das 21 horas de ontem, durou 15 horas. Três agentes penitenciários foram mantidos como reféns e um, Tales da Costa Lima, foi baleado no peito, mas já está liberado, depois de ter sido medicado. Um detento, identificado como Rogério Moreira da Silva, de 31 anos, morreu, e outros cinco ficaram feridos. Os rebelados tinham em seu poder pelo menos dois fuzis, que seriam um AR-15 e um FAL.

O motim foi liderado por um detento conhecido apenas como Hermes, que seria traficante da favela de Vigário Geral, mas, segundo a polícia, a ação teria sido planejada pelo traficante conhecido como Nei Sapo, que cumpre pena em outra unidade do complexo, a Bangu 3. O objetivo seria desviar a atenção dos policiais para que ele pudesse fugir.