‘A Mulher Sem Pecado’, de Nelson Rodrigues em curta temporada no Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 6 de maio de 2015 as 10:52, por: cdb

Prestes a completar 75 anos, em 2016, A Mulher Sem Pecado foi o texto inaugural para teatro do dramaturgo Nelson Rodrigues (1912-1980). Embarcando com tudo na história, a Cia Arlecchino de Teatro, de Belo Horizonte, dirigida por Kalluh Araujo, faz uma temporada relâmpago no Rio de Janeiro, de 7 a 10 de maio, no Espaço Armazém, na Fundição Progresso, sob patrocínio da Oi.

A Mulher Sem Pecado foi o texto inaugural para teatro do dramaturgo Nelson Rodrigues
A Mulher Sem Pecado foi o texto inaugural para teatro do dramaturgo Nelson Rodrigues

Cego de ciúmes, Olegário inferniza a vida da mulher, Lídia. Até o mendigo da esquina é alvo de sua obsessão: Olegário vê nele e em todos os homens que atravessam seu caminho amantes enfileirados na cama pela esposa, diga-se, inocente. 

A Mulher Sem Pecado tem a direção afiada de Kalluh Araujo, um dos fundadores da Cia Arlecchino, responsável pela encenação de outras peças do universo rodriguiano. A montagem, sucesso de crítica e público, assistida por centenas de espectadores, participou de vários festivais, como Janeiro dos Grandes Espetáculos em Recife, Porto Alegre em Cena, Festival Internacional de Teatro Minas Gerais (FIT) e navegou por mares nunca dantes navegados como um dos representantes do país no Ano Brasil Portugal, em 2013. Contemplado pelo Prêmio Funarte Nelson Rodrigues:100 anos do Anjo Pornográfico 2012, fez uma primeira temporada no Rio, no Teatro Glauce Rocha. Recebeu cinco Indicações do Premio Simparc–MG, conquistando as categorias de melhor ator (Paulo Rezende), direção, iluminação e figurino. Percorreu também 10 cidades do interior de Minas Gerais.

– O que nos motiva a montar A Mulher Sem Pecado é, primordialmente, valorizar a dramaturgia brasileira. O elenco é formado nove atores, tendo como protagonista o ator Paulo Rezende, um dos principais da cena mineira – pontua o diretor Kalluh Araujo, que também responde pela iluminação, cenário e figurinos da montagem. 

Sinopse

A trama d’A Mulher Sem Pecado gira em torno do excessivo ciúme que Olegário sente pela segunda esposa, Lídia, e como isso atrabapalha a vida do casal. A situação piora ainda mais quando Olegário fica paralítico, pois a todo instante ele atormenta a esposa, com acusações absurdas. O espetaculo se instala em um cenário expressionista, evocando a obra do artista holandês M. C. Escher (1898-1972), com escadarias que não levam a lugar algum, para nos dar conta dos labirintos da neurose humana que Nelson Rodrigues soube recriar. A tragédia A Mulher Sem Pecado é de fundo absolutamente psicológico: Olegário consegue poluir a cabeça da mulher com fantasias sexuais e luxúria.

Ficha técnica:

Diretor: Kalluh Araujo | Assistente de Direção: Luiz Filippo | Produtor: Airam Resende | Produção executiva: Tania de Filippo | Cenário, iluminação, figurino: Kalluh Araujo

Elenco: Paulo Rezende | Ana Luiza Amparado | Gustavo Falabela | Diego Krisp | Magdale Alves | Marcus Eurelio Pereira | Dirlean Loyola | Eliana Esteves | Ludmilla Cristine

Equipe técnica:

Responsável Técnico: Celestino Sobral | Técnico de Som: Yury Fernandes | Técnico de Luz: Ivanir Avelar

Serviço:

A Mulher Sem Pecado – De Nelson Rodrigues. Direção: Kalluh Araujo. Com a Cia Arlecchino de Teatro.

Curta temporada: de 7 a 10 de maio. Quinta, sexta e sábado, às 20h. Domingo, às 18h

Local: Espaço Armazém – Fundição Progresso – Rua dos Arcos, 24 – Lapa.

Telefone: 21 2210-2190 | Classificação etária: 16 anos | Duração: 110 min

Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia) | Lotação: 120 lugares