A batalha do Espírito Santo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 12 de julho de 2002 as 09:10, por: cdb

O Presidente Fernando Henrique Cardoso recusou, pela segunda vez, intervir no Espírito Santo. A decisáo foi reforçada na quinta-feira, durante uma audiência que concedeu a Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados. Horas antes para reforçar a visita da Comissão, foi realizada uma demonstração no centro de Vitória. Apesar de contar com o apoio de todos os partidos da Oposição, de varias igrejas e da OAB, a manifestação não teve a participação popular que esperava. Apenas 300 pessoas, de acordo com a Polícia Militar, participaram do Protesto. Embora não seja do conhecimento da maioria dos brasileiros, o Movimento Pró-Intervenção, começou depois que as Oposições não conseguiram aprovar o impeachment do governador. Fernando Henrique declarou aos deputados que compareceram a audiência, que “existem outros meios”, para resolver a crise do Espírito Santo. Mas prometeu que daqui por diante, a Polícia Federal investigará todas as denuncias recebidas e protegerá todas as pessoas que depuseram na CPI do Congresso.