Companhia Jovem de Ballet faz apresentação com ingresso popular

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 21 de outubro de 2012 as 14:54, por: cdb
A Companhia Jovem de Ballet do Rio de Janeiro, fundada pela bailarina e coreógrafa Dalal Achcar

A Companhia Jovem de Ballet do Rio de Janeiro, fundada pela bailarina e coreógrafa Dalal Achcar e dirigida pela professora Mariza Estrella, faz sua terceira apresentação desta temporada 2012 no palco do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, vinculado à Secretaria de Cultura, neste domingo, com ingressos a R$ 1,00. Chamado Diversões, o espetáculo reúne coreografias assinadas por Janice Botelho, Tíndaro Silvano, Éric Frédéric, Ricardo Fernando e Vassilli Sulich. Integram o programa números de dança de variados estilos e técnicas, desde o ballet clássico ao ballet contemporâneo e brasileiro. Os intérpretes são jovens bailarinos, escolhidos entre os mais promissores talentos brasileiros e sul-americanos.
Formada por 20 bailarinos e estagiários, a partir de 14 anos, a Cia. Jovem surgiu no intuito de revelar novos talentos e fomentar a cultura, abrindo caminho para a profissionalização de jovens de todo o país. No repertório estão obras de estilo clássico e popular de renomados coreógrafos como Dalal Achcar, Luiz Arrieta, Renato Vieira, Ivonice Satie, Janice Botelho, Sérgio Lobato, Tíndaro Silviano, Enrique Martinez e Dennis Gray, entre outros.
A Cia. Jovem contou em seus primeiros anos com o patrocínio da Sociedade Brasileira de Cultura Inglesa e, mais tarde, da empresa El Paso, até a desativação da companhia, em 2005. Mesmo assim, o sucesso da iniciativa se refletiu na quase total absorção de seus integrantes no mercado de dança nacional e internacional, em companhias como o Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, American Ballet Theatre, Grupo Corpo, Balé da Cidade de São Paulo, São Paulo Companhia de Dança, entre outras nos Estados Unidos e na Alemanha. Depois de quatro anos inativa, a Cia. Jovem  pioneira no país no incentivo a jovens talentos – retomou suas atividades em 2010 graças ao convênio com a Fundação Teatro Municipal do Rio de Janeiro para a realização de uma série de apresentações no no espaço da Secretaria de Cultura.