4 a 1: Palmeiras vence o Caxias

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 24 de maio de 2003 as 20:41, por: cdb

O Palmeiras ignorou o frio de 7 graus de Caxias do Sul e goleou o Caxias por 4 a 1, na tarde deste sábado. Foi a segunda vitória consecutiva da equipe de Jair Picerni na Série B do Campeonato Brasileiro, a primeira fora de casa.

A vitória começou a se desenhar aos 45 segundos de jogo. Após um chute de Daniel para o ataque, Vágner ganhou dos zagueiros, esperou a decisão do goleiro Sadi e fez 1 a 0.

A torcida local, que compareceu em pequeno número ao estádio Centenário, não teve forças para empurrar seu time.

Aos 7 minutos, Vágner dividiu a bola com o goleiro Sadi, que sofreu uma luxação no ombro, foi substituído por Ezequiel e precisou ser transportado diretamente para o hospital. Quatro minutos depois, Anselmo, desequilibrado, teve oportunidade de marcar, mas a bola foi para fora.

O time gaúcho demonstrava sinais de fragilidade. Com os meias Janílson e Gil Baiano escondidos, a equipe mal conseguia passar do meio-de-campo. Tanto que a primeira defesa de Marcos na partida aconteceu somente aos 18 minutos, e mesmo assim em cobrança de falta efetuada pelo próprio Gil Baiano.

Os torcedores do Caxias perderam a paciência a começaram a vaiar a equipe e a questionar o trabalho do treinador Ricardo Drubscky. Indiferente, o Palmeiras seguia soberano. Aos 25 minutos, marcou o segundo gol. Em jogada pela esquerda, Anselmo chutou cruzado, o goleiro Ezequiel defendeu parcialmente e Vágner completou no canto esquerdo.

Nos acréscimos, o Palmeiras chegou ao terceiro gol e acabou com as esperanças do time da casa. Anselmo marcou após receber passe de calcanhar de Vágner.

Na descida para o vestiário, o técnico Jair Picerni não se mostrava totalmente satisfeito.

– O time está embalado, mas poderia ter ampliado o marcador. Precisamos usar mais a velocidade. Com garra e determinação, fica muito mais fácil – disse o técnico.

O Palmeiras apenas tocou a bola no segundo tempo. E, mesmo assim, em menos de dez minutos teve duas chances para ampliar, com Vágner e Diego Souza. Aos 18 minutos, após mais uma tabela com Vágner, Anselmo marcou o quarto.

Humilhada, a torcida do Caxias começou a deixar o estádio Centenário. Poucos viram Helinho marcar o gol de honra para o time da casa, aos 26 minutos.

O Palmeiras volta a campo pela Série B no próximo sábado, no Parque Antarctica, contra o CRB.