13 pessoas morrem em inundações na China

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 8 de julho de 2003 as 04:08, por: cdb

Treze pessoas morreram e mais de um milhão permanecem isoladas devido às inundações do rio Huai, afluente do Yangtse e situado no centro-leste da China. As autoridades locais assinalam que se trata das piores inundações dos últimos 12 anos na área, na qual vivem 150 milhões de pessoas e mais de 378 mil foram evacuadas.

Os níveis do rio continuam sendo muito altos, embora a chuva torrencial das últimas semanas esteja diminuindo. As cheias obrigaram no fim de semana passado a destruir com explosivos vários diques e inundar zonas de cultivos para evitar que a água chegasse a núcleos de população.

Calcula-se que as cheias causaram 870 milhões de perdas e afetaram 34 milhões de pessoas especialmente nas províncias de Anhui e Jiangsu, onde mais de 710 mil hectares de cultivos ficaram inundados.

A zona já sofreu inundações catastróficas em 1991, nas quais morreram mil pessoas, e os níveis de água do Huai nos últimos dias foram superiores aos daquele ano.

O governo chinês enviou alimentos, remédios e 11 mil barracas para os afetados e mobilizou 100 mil pessoas, entre civis e soldados, para os trabalhos de prevenção e salvamento.

A China sofre todos os anos grandes inundações nas conchas de seus dois grandes rios, o Yangtse e o Amarelo. Nas piores cheias da última década, ocorridas em 1998 no Yangtse, morreram mais de 4 mil pessoas.