‘Asfalto Liso’: novo caminhão tapa-buracos entra em operação

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 3 de março de 2010 as 13:40, por: cdb

Entrou em operação o novo modelo de caminhão tapa-buracos adquirido para a cidade, que reduz pela metade o tempo e os recursos humanos dispensados na recuperação da pavimentação das ruas. O prefeito Eduardo Paes, acompanhado do secretário municipal de Conservação e Serviços Públicos, Carlos Roberto Osório, conferiu o trabalho do novo caminhão e anunciou que a meta da prefeitura é recuperar, nos próximos três anos, 600 quilômetros de vias cariocas, na ‘Operação Asfalto Liso’.

O novo caminhão fez seu primeiro trabalho na Praça da Bandeira, e pelos próximos dois meses – período de testes do novo veículo – será utilizado na conservação dessa área e da Avenida Radial Oeste.

”Com isso, saímos de um padrão “jurássico” (de conservação urbana) para um padrão que se aplica nas grandes cidades do mundo. Não é mais admissível que no Rio de Janeiro se tape buracos da maneira que vinha sendo feito ao longo dos anos”, comentou Paes.

Com o novo caminhão, todo o processo de recuperação de uma rua agora pode ser feito mobilizando-se apenas um veículo multifunções, operado por uma equipe de quatro pessoas mais um motorista – antes, eram necessários oito operários, mais os condutores dos caminhões e os operadores de máquinas, para todas as fases do processo de remoção e reposição da massa asfáltica danificada. O novo processo também gasta a metade do tempo utilizado antes para fazer a manutenção adequada do asfalto.

O caminhão carrega um rolo de compressão, um tanque para armazenar o asfalto na temperatura correta (150°C) e ainda compartimentos para transportar os equipamentos leves utilizados no trabalho – entre eles uma serra circular e um rompedor hidráulico, para recortar e remover o asfalto velho, e um compressor para jato de ar comprimido, que deixa o trecho recortado pronto para receber a massa de asfalto nova.