Vulcão explode no Equador e expele nuvens de gases e cinzas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 6 de novembro de 2006 as 21:52, por: cdb

Pelo menos uma explosão e várias nuvens de gás e cinza foram registradas nesta segunda-feira no vulcão Tungurahua, no centro andino do Equador, informou o Instituto Geofísico da Escola Politécnica Nacional. A explosão gerou uma coluna de vapor em forma de nuvem e com um alto conteúdo de cinza, que subiu cerca de 6 quilômetros sobre a cratera, destacou o último relatório do órgão.

O instituto indicou que nos últimos dois dias foi percebida a queda de cinza nas cidades próximas ao vulcão e no observatório “Guadalupe”, do Instituto Geofísico, localizado também perto do local. Além disso, o órgão registrou oito leves tremores de terra de “longo período”, associados ao movimento de fluidos no interior do vulcão, e vários episódios de tremor, ou tremor constante, relacionados com exalações de gás e cinza.

O Tungurahua começou seu atual processo de erupção em 1999 e desde então intercalou períodos de grande atividade com lapsos de relativa calma. Em 17 de agosto, o vulcão, situado cerca de 180 quilômetros ao sul de Quito, gerou uma violenta erupção que causou a morte de pelo menos quatro pessoas, arrasou extensas zonas de cultivos e obrigou a evacuação de milhares de pessoas.