Volkswagen concorda em readmitir funcionários em São Paulo mediante condições

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 17 de novembro de 2001 as 13:16, por: cdb

A Volkswagen concordou em readmitir os 3.000 funcionários que mandara embora no último dia 8 em sua fábrica da Anchieta, em São Paulo, contanto que estes concordem com determinadas condições impostas pela montadora, informaram líderes sindicais.

O acordo foi obtido pelo presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC após negociações na matriz da montadora em Wolfsburg, na Alemanha, durante a quinta-feira, disse Celso Horta, representante do sindicato.

Segundo o sindicato, as condições da Volkswagen para a readmissão são uma alteração no piso salarial da categoria; a redução da jornada de trabalho para quatro dias na semana — com reduções salariais — em épocas de queda na demanda; e a instituição de avaliações de performance constantes.

Na segunda-feira, os 16 mil funcionários da fábrica votarão as exigências.

A assessora da montadora, Andrea Cipriano, informou que a empresa não se manifestaria antes da votação, mas declarou que “as negociações transcorreram muito, muito bem”.

A Volkswagen atribuiu as demissões à queda nas vendas de carros no país e aos altos custos de manutenção da fábrica, onde os sindicatos locais conseguiram uma elevação salarial acima de outras regiões do Brasil.

Na fábrica de Taubaté, que emprega 6.500 pessoas, os funcionários já aceitaram as condições da Volkswagen para evitar um corte de 1.000 funcionários.