Vitória da Conquista ganhará mais 500 unidades habitacionais do Minha Casa Minha Vida

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 26 de março de 2012 as 08:26, por: cdb

Uma boa notícia para os moradores de Vitória da Conquista. O município foi contemplado com a aquisição de mais 500 unidades habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida. O convênio para a construção das casas será assinado pela Prefeitura Municipal, empresa E2 Engenharia, responsável pela execução das obras, e pelo Banco do Brasil, novo agente financiador do Programa do Governo Federal.

A assinatura do convênio está prevista para acontecer neste sábado, 24, às 18h, no estande do Banco do Brasil, durante a realização da 46ª Expoconquista – Exposição Agropecuária, Industrial e Comercial de Vitória da Conquista.  “É um convênio tripartite, resultado da união de esforços da Prefeitura, do Banco do Brasil e da E2 Engenharia para poder fazer mais um empreendimento em benefício daqueles que precisam de habitação”, declarou o diretor executivo da E2 Engenharia, Luiz Edmundo Souza.

Após a assinatura do convênio, as obras serão iniciadas em um prazo máximo de 10 a 15 dias, já que as licenças já estão em fase de finalização. A previsão é de que o residencial seja concluído em um prazo de 15 meses.

De acordo com Luiz Edmundo, o apoio do Governo Municipal é fundamental para a agilidade dos empreendimentos. “A Prefeitura está sempre sensível no sentido de agilizar a emissão de alvarás, das licenças e de apoiar o empresariado local, dando apoio logístico aos empresários”, declarou.

Mais de 2 mil pessoas pertencentes a famílias com renda salarial de zero a três salários mínimos serão beneficiadas com o programa. As unidades habitacionais serão construídas na Avenida Jadiel Matos, na região do bairro Campinhos, em um residencial batizado de Margarida.

Cada unidade habitacional será estruturada com dois quartos, sala, cozinha, sanitário e área de serviço. O condomínio onde o residencial será instalado contará com sala de convivência, quiosque, parques infantis e toda infraestrutura necessária para o fornecimento de água e energia.

A secretária de Desenvolvimento Social, Nádia Márcia, comemorou a notícia. “A assinatura traz pra gente não só o benefício da casa própria às famílias que necessitam, mas também ajuda a resgatar a cidadania daqueles que viviam em condições desfavoráveis. Além disso ajudará a diminuir o déficit habitacional do município”, afirmou.

Os investimentos serão da ordem de R$24 milhões, recursos oriundos do Governo Federal através do repasse ao Banco do Brasil. A expectativa é de que a construção dos empreendimentos crie em torno de 400 empregos diretos. “Com a nova parceria do Banco do Brasil a tendência é de que mais empregos e construções sejam gerados na cidade”, ressaltou Edmundo.