VICE-PRESIDENTE CRITICA PROTESTOS POLICIAIS

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 26 de junho de 2012 as 08:05, por: cdb

LA PAZ, 26 JUN (ANSA) – O vice-presidente da Bolívia, Álvaro García Linera, advertiu sobre o perigo dos enfrentamentos entre organizações sociais e policiais de baixa patente amotinados.
   
O vice-presidente acusou “forças obscuras reacionárias de direita” de “manipularem” o protesto de policiais para promover a violência e a morte de pessoas, um passo prévio a um golpe de Estado.
   
Os policiais bolivianos de baixa patente exigem um aumento salarial e benefícios trabalhistas. A mobilização, que começou há duas semanas em Cochabamba com marchas e vigílias, estendeu-se agora para todo o país.
   
Atualmente, o salário de um policial com dois anos de formação na escola básica é de 1.240 bolivianos (equivalente a R$ 361), enquanto a de um sargento do Exército é de 3.700 bolivianos (aproximadamente R$ 1.078). A categoria rechaçou, porém, um acordo firmado no último domingo.
   
Desde a semana passada, os policiais tomaram uma das principais praças da capital do país e entraram em confronto com manifestantes apoiadores do governo de Evo Morales, que tem denunciado planos de assassinato de ministros e tomadas de quartéis por parte dos manifestantes.
   
Diante disso, emissoras estatais de rádio têm convocado setores sociais a defenderem a democracia e o governo de Morales. (ANSA)