Ventos fracos na largada da Volvo Ocean Race

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 2 de janeiro de 2006 as 11:39, por: cdb

A mesma calmaria que recepcionou os veleiros um mês atrás está se repetindo na saída da Cidade do Cabo. As sete tripulações largaram há cerca de uma hora e andaram muito pouco até agora. Com ventos de 1,5 nó, o ING Real State Brunel está pouco na frente do Brasil 1.

A maré é outra armadilha do percurso, levando os barcos de volta com a leve brisa. Os dois barcos na liderança começam a ser vagarosamente ameaçados pelos que vem atrás, com um vento um pouco mais forte. Tanto o Piratas do Caribe como o Movistar têm chances de assumir a liderança.

Os líderes se aproximam lentamente de um cargueiro, que irá dividir a flotilha. Se o Brasil 1 conseguir o melhor vento na saída, irá cruzar a marca inicial em primeiro. Nas últimas colocações estão o veleiro da Ericsson e os dois barcos do Team ABN AMRO.