Vendas de eletrônicos crescem 20% em 2004

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 10 de janeiro de 2005 as 19:15, por: cdb

As vendas de eletroeletrônicos no Brasil cresceram cerca de 20 % no ano passado, primeiro ano de avanço no setor desde 2000, de acordo com dados divulgados na segunda-feira pela Associação Nacional dos Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos (Eletros).

Na avaliação do presidente da entidade, Paulo Saab, isso “pode significar a reversão da curva de queda e o início de uma retomada”.

Em comunicado, a Eletros atribui o desempenho de 2004 à “queda nos preços dos eletroeletrônicos associada à expansão do crédito e à recuperação do emprego”. Para este ano, a expectativa é de crescimento de 6 % nas vendas da indústria de eletroeletrônicos, com base na projeção de crescimento de 3,5 % do PIB.

“Em 2004, parte do resultado foi influenciada pela baixa base de comparação do exercício anterior, mas neste ano o crescimento já se dará sobre bases mais elevadas”, comentou Saab.

Os produtos de imagem e som tiveram vendas 32,72 % maiores em 2004, com destaque para os DVDs. O parque instalado de aparelhos de DVD no país no ano passado quase dobrou, chegando a 6,5 milhões de unidades, alta de 3 milhões sobre o final de 2003, segundo a entidade.

As vendas de televisores atingiram cerca de 7 milhões de unidades, volume 33 % superior a 2003.

Já a linha branca teve evolução de 23,32 % no ano passado. A venda de refrigeradores atingiu 3,6 milhões de unidades (alta de 20 %) e a de fogões, 3,7 milhões (acréscimo de 22 % sobre 2003).

Ainda conforme os números da Eletros, as maiores taxas de crescimento na linha branca foi registrada pelas secadoras de roupa (159 %) e lavadoras automáticas (30 %).