Vasp tem até abril para apresentar documentos e não perder concessão

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 27 de janeiro de 2005 as 16:44, por: cdb

O diretor-geral do Departamento de Aviação Civil (Dac), major-brigadeiro Jorge Godinho Barreto Nery, disse nesta quinta-feira que o órgão não dispõe ainda do número de passagens da Vasp que foram vendidas e que precisarão de uma solução. Segundo ele, sua equipe continua fazendo a vistoria na empresa e este trabalho deve terminar ainda hoje, quando será possível se fazer um balanço.

– Já a partir de ontem (26) solicitamos às outras empresas a possibilidade delas endossarem os bilhetes dos passageiros da Vasp – informou ele.

De acordo com o diretor do Dac, por enquanto nenhuma das companhias aéreas contatadas havia dado resposta, mas disse que hoje manteria contato com os representantes dessas empresas para reiterar o pedido. Sobre a garantia das outras companhias de que receberão o endosso da Vasp, o brigadeiro Nery argumentou que o Dac não tem nem o poder e nem a competência de obrigar as empresas a endossar os bilhetes.

– Nós apenas vamos solicitar às empresas a possibilidade do endosso, porque isso é uma negociação entre as empresas.

Na avaliação do diretor, não há nenhuma definição sobre uma possível prorrogação da concessão da Vasp.

– A definição é que existe uma data, que é em abril, que a empresa tem que apresentar todas as suas certidões de débitos negativos para que possamos, depois de avaliar, fazer a renovação da sua concessão – disse.

Caso isso não aconteça, destacou Nery, “não será renovada a concessão”.