Vasp e Varig sofrem alterações

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 26 de janeiro de 2005 as 14:33, por: cdb

O ministro do Turismo, Walfrido Mares Guia, disse há pouco que a preocupação do Ministério em relação aos cancelamentos e atrasos de vôos da Vasp é com o atendimento aos turistas.

– Sou favorável que o governo aplique a lei com rigor absoluto porque o direito do consumidor garante que as pessoas recebam aquilo que pagaram por contrato, e uma passagem aérea é um contrato – disse. Mares Guia considera boa a alternativa de a Vasp operar vôos fretados (charter).

A sugestão de transformar a Vasp numa operadora charter foi discutida ontem numa reunião que contou com a participação do empresário Wagner Canhedo e seria uma forma de aceitar a estratégia da empresa de só operar os vôos com mais de 50% de ocupação.

– O mercado de charters no Brasil é extraordinário porque só representa 2% do mercado enquanto na Europa ele já representa 40% dos vôos – disse Mares Guia.

Unibanco apresenta plano de reestruturação da Varig

Varig

Representantes do Unibanco estão reunidos no Rio com dirigentes da Fundação Rubem Berta (FRB), dona de 87% das ações da Varig, para apresentar o plano de reestruturação da companhia.

O Unibanco foi contratado pela Varig para comandar o processo de capitalização da empresa. Entre algumas das medidas sob responsabilidade da instituição estão a transformação de débitos de credores em participação acionária, o alongamento de dívidas e a diluição da participação acionária da FRB na Varig.