Vasco sonha com classificação

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 22 de outubro de 2002 as 23:40, por: cdb

Bahia e Vasco se enfrentam na noite desta quarta-feira, na Fonte Nova, em Salvador, num jogo no qual a vitória é a única saída para que os times não tornem ainda mais difíceis seus objetivos no Campeonato Brasileiro. Para o Vasco, 16º colocado, com 23 pontos em 18 jogos, uma eventual quinta vitória em seis partidas não só confirmaria a reação do time, como alimentaria a esperança de se classificar para a segunda fase.

Já no Tricolor baiano, em 23º lugar com 21 pontos em 19 partidas, a vitória representaria a saída da zona de rebaixamento, onde o time foi parar depois da derrota de 1 x 0 para o Fluminense, domingo passado, no Maracanã.

Para tentar os três pontos, o Vasco terá como novidade o retorno do meia Dejan Petkovic, que teve sua melhor atuação com a camisa cruzmaltina, na vitória por 2 x 1 sobre o Flamengo, mas acabou levando o terceiro cartão amarelo e não participou do triunfo sobre o Paraná Clube, domingo passado.

Além dele, o volante Bruno Lazaroni substitui Henrique, suspenso, e Siston dá lugar a Edinho na ala esquerda. O zagueiro Marcelo, que também cumpriu suspensão, retorna no lugar de Rogério Pinheiro.

Para Pet, jogar no estádio da Fonte Nova está longe de ser novidade. O meia atuou durante um ano e sete meses no Vitória, maior rival do Bahia, e tem as melhores lembranças da capital baiana.

“Fui ídolo e estive bem no Vitória, foi uma época especial na minha vida profissional e particular. Ainda tenho muitos amigos por lá. Eu ando nas ruas e as pessoas me reconhecem”, garantiu o iugoslavo, que costumava levar vantagem nos jogos contra o Bahia.

“Fiz muitos gols e ganhei mais do que perdi. Mas é difícil jogar lá porque o campo é grande, o gramado é muito fofo e a pressão da torcida deles, enorme”, comentou.

No Bahia, o técnico Candinho fará duas alterações. O zagueiro Marcelo Souza e o volante Bebeto Campos, que cumpriram suspensão na derrota por 1 x 0 para o Fluminense, substituirão Accioly e Carlinhos, respectivamente.

Mesmo com o time em situação delicada na tabela, a diretoria acredita na presença de um bom público. Assim como no jogo com a Ponte Preta, quando 31 mil torcedores assistiram à vitória dos baianos por 2 x 1, os ingressos tiveram os seus preços reduzidos em 50%.

O objetivo é vencer as duas partidas em casa, que o time fará contra Vasco e Santos e fugir definitivamente da zona de rebaixamento. Se dependesse dos números, a vitória já estaria assegurada. O Vasco não vence em Salvador desde 1987 e, na estatística geral do confronto, o Bahia venceu 12, empatou 14 e perdeu nove jogos.

BAHIA x VASCO DA GAMA

Data: 23/10/2002 (quarta-feira)
Local: estádio da Fonte Nova, em Salvador
Horário: 20h30m
Juiz: Giuliano Bozzano (SC)
TV: Sportv, ao vivo
Ingressos: Arquibancada R$ 5; arquibancada especial R$ 7; cadeira especial, R$ 12,50

Bahia
Émerson; Daniel, Marcelo Souza, Valdomiro e Calisto; Ramalho, Bebeto Campos, Jair e Geraldo; Nonato e Róbson
Técnico: Candinho

Vasco
Fabio; Géder, Haroldo e Marcelo; Russo, Bruno Lazaroni, Rodrigo Souto, Petkovic e Edinho; Ramon e Valdir
Técnico: Antônio Lopes