Usina da Pedra é multada em R$ 10 mi por derramar melaço

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 15 de outubro de 2003 as 21:11, por: cdb

A Usina da Pedra, localizada em Serrana, no interior de São Paulo, foi multada nesta quarta, pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), em R$ 10 milhões, devido ao derramamento de oito milhões de melaço, no último dia 29, nos rios Pardo e Grande.

Um tanque que guardava o melaço, subproduto da cana para a produção de açúcar, se rompeu e o produto atingiu 130 km de extensão dos rios e a mortandade de mais de 200 toneladas de peixes de 27 espécies diferentes, conforme laudo expedido pelo Centro de Pesquisa e Gestão de Recursos Pesqueiros Continentais (Cepta), localizado em Pirassununga/SP.

De acordo com o chefe do Cepta, Laerte Alves, a multa é decorrente da poluição do rio, da mortandade dos peixes e do comprometimento no abastecimento de água na cidade de Colômbia. Além da multa do Ibama, a Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb), também multou a usina, em R$ 115 mil.

Os técnicos do Cepta acreditam que a recuperação dos rios deverá ocorrer em até cinco anos. Segundo a Cetesb, o acidente foi considerado o maior já ocorrido no Estado de São Paulo nos últimos 20 anos.