Use os dez mandamentos da boa alimentação e tenha mais saúde

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 6 de abril de 2006 as 19:03, por: cdb

Para perder peso é necessário a ingestão de uma dieta hipocalórica, com o valor calórico total das refeições do dia menor do que a necessidade do organismo. Siga os 10 mandamentos da conduta alimentar e veja como isso poderá lhe reduzir peso e proporcionar mais saúde.

Esta regra determina que a quantidade de comida com alto teor calórico seja diminuída ou substituída por outros alimentos que contenham menos calorias. É importante salientar que a proporção de carboidratos, proteínas e lipídeos deve ser obedecida bem como, as recomendações das vitaminas e sais minerais.

Para que haja a redução de gordura corporal, caracterizando o emagrecimento, é necessário que haja um déficit de energia. A quantidade de energia ingerida deve ser menor do que a quantidade gasta. Assim, para a obtenção do que é necessário para o corpo humano funcionar, o organismo irá buscá-lo através da degradação da gordura. Entretanto, a dieta não poderá ser pobre em carboidratos (que é a primeira fonte de energia) pois, se isso ocorrer o corpo irá mobilizar a glicose muscular, fazendo com que ocorra diminuição da quantidade de músculo e não de gordura, o que é o contrário do que se deseja.

Para ajudar a aumentar a necessidade de energia do organismo, objetivando o aumento do déficit calórico, recomenda-se a prática de exercícios como natação, caminhadas, vôlei ou seja, atividades em que a pessoa se movimente bastante. A quantidade de energia total da refeição de um dia não poderá ser menor do que 800 Kcal. Mas, sabendo-se que a necessidade de energia depende de fatores como idade, estatura, peso e atividade física é recomendado que seja feito o acompanhamento da dieta por um nutricionista.

Siga os 10 mandamentos da conduta alimentar e veja como isso poderá lhe reduzir peso e lhe proporcionar mais saúde. Emagrecer e manter o peso, antes de tudo, exige educação alimentar, atividade física, persistência, controle e determinação para se alcançar o objetivo.

1) Tenha horários para as refeições que devem ser no mínimo cinco (café da manhã, lanche, almoço, lanche e jantar).

2) Diminua a quantidade de alimentos ingeridos mas, no início, não abra mão das suas preferências. Por exemplo, se você come 1 barra de 30 gramas chocolate todos os dias passe a comer metade dela. Lembre-se: o radicalismo só vai aumentar as chances de você não alcançar o seu objetivo.

3) Faça exercícios físicos. Mas tenha em mente que você não quer ser um atleta de elite apenas se movimentar mais. Então, não precisa malhar quatro horas por dia nos sete dias da semana. Inicie fazendo uma caminhada, três vezes por semana durante 40 minutos por sessão.

4) Pense diet. Coma alimentos lights ou diet mas leia os rótulos, principalmente dos diet pois eles podem conter maior quantidade de calorias do que os alimentos “normais”. Um exemplo típico são os chocolates diets que possuem maior quantidade de gordura aumentando o seu valor calórico.

5) Substitua o leite e seus derivados integrais pelos desnatados; queijos “amarelos” (mussarela, prato, cheedar, gorgonzola) pelos “brancos” (ricota, cottage, de minas).

6) Utilize adoçantes artificiais.

7) Inicie as refeições sempre por uma farta salada.

8) Faça as carnes grelhadas ou assadas. Fuja dos molhos, frituras e ensopados.

9) Beba bastante água durante o dia. Nas refeições prefira suco de frutas a refrigerantes. Se isso não for possível, prefira os diets ou lights.

10) Quando estiver diante de uma guloseima calórica, aquela que você mais adora, não aja com o primeiro instinto. Pense. Você poderá aceitá-la ou não. Imagine, então, no que te dará mais satisfação depois de comer. O peso na consciência se disser “sim” ou as calorias a menos se você disser “não”.