União Europeia impõe novas sanções à Síria

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 25 de junho de 2012 as 12:39, por: cdb

A União Europeia (UE) decidiu estender nesta segunda-feira (25) as sanções unilaterais contra empresas e funcionários públicos sírios, como parte da política de pressão para destituir o governo do presidente Bashar al-Assad.
Segundo foi divulgado em uma reunião de ministros de Relações Exteriores da UE, as medidas estão dirigidas contra seis entidades e um funcionário público, que terão seus ativos congelados e cuja entrada ao velho continente será proibida.

Esta é a décima sexta ocasião em um ano que o bloco dos 27 países aprova sanções contra Damasco.

Quarenta e nove empresas e 128 cidadãos do país árabe foram afetados pelas represálias da União Europeia que incluem, além disso, um embargo petroleiro.

Durante a reunião, os ministros de Relações Exteriores da União Europeia disseram que uma intervenção militar no país árabe não é considerada como opção.

No entanto, a chefa da diplomacia europeia, Catherine Ashton, admitiu que as autoridades da União Europeia tiveram reuniões com a oposição síria e propuseram que as diferentes forças se unam contra o atual governo.

Fonte: Prensa Latina

 

..