Uma péssima notícia para democratas em luta

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 25 de março de 2011 as 09:05, por: cdb

Para os que lutam pela democracia na Argélia, Marrocos, Síria e Jordânia,  é uma péssima notícia o apoio norte-americano e das demais potências ao ditador iemenita Ali Abdullah Saleh – e a tantos outros naquela região e mundo afora – e a continuidade da ocupação do Bahrein por tropas da Arábia Saudita e do Qatar (sustentadas pelos EUA).

Constituem, simplesmente, uma confirmação da máxima de que existem ditadores bons e ruins, amigos e inimigos. Só que agora, EUA e aliados não se iludam, eles não enganam a mais ninguém. A situação mostra a todos que é balela o pretexto de questões humanitárias e proteção às populações civis com quem invadem e bombardeiam a Líbia.

O verdadeiro interesse do Ocidente é o petróleo da Líbia – o petróleo líbio e a estabilidade sem mudanças sociais e econômicas nas regiões produtoras de petróleo. Aceitam, no máximo, transições controladas que esperam continuar a conduzir – como o fazem no Egito e na Tunísia – para fazer emergir, de novo, governos amigos. Haja pragmatismo e hipocrisia!

E assim, nesse quadro de conflitos nos países árabes e do Oriente Médio, quanto mais mudam, mais fica a mesma coisa  – agora é a OTAN no “comando” das operações da guerra contra a Líbia…(leiam, também, o Destaque no alto do blog A decisão meio termo da OTAN e dos EUA sobre operações na Líbia).