Um exemplo da polícia tucana em SP

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 26 de março de 2011 as 09:35, por: cdb

Se a Polícia Civil não tivesse denunciado, por razões corporativas tudo indica, ninguém ficaria sabendo do extermínio de 150 pessoas por grupos de extermínio formados por PMs em São Paulo. O relatório da PC paulista diz que esses grupos foram responsáveis pelo assassinato de 150 pessoas na capital entre 2006 e 2010. Entre as vítimas, 61% não tinham antecedentes criminais. Outras 54 pessoas foram feridas em atentados em que PMs são suspeitos – 69% sem passagem pela polícia.

O relatório foi produzido no ano passado e aponta motivações para os assassinatos: 20% por vingança; 13% por abuso de autoridade; 13% pelo que o relatório chama de “limpeza” (assassinato de viciados em drogas, por exemplo); 10% por cobranças ligadas ao tráfico e 5% por cobranças de jogo ilegal; 39% sem razão aparente. Ta aí um exemplo da polícia tucana que mostra que, mais uma vez, houve conivência da mídia com o governo Serra, uma vez que tudo isso aconteceu na sua gestão.