Último acusado de matar casal é preso

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 13 de novembro de 2003 as 09:59, por: cdb

O acusado de ter matado em São Paulo o casal de namorados Liana Friedenbach, 16 e Felipe Caffé, 19, Paulo César da Silva Marque, o Pernambuco foi preso, nesta quinta-feira, pela polícia na cidade de Petrolina, interior de Pernambuco.

Agora, o acusado será levado até Recife, de onde seguirá, de avião para São Paulo. Pernambuco é o quinto preso envolvido no caso. As informações são da rádio CBN.

Outros quatro suspeitos já estão presos

Além de Pernambuco, outros quatro suspeitos de envolvimento no crime já estão presos. Dois foram detidos ontem. Além do menor R.A.A.C e de Aguinaldo Pires, 41 anos, estão presos o caseiro Antonio Matias de Barros, que teria escondido a arma do crime, e um homem identificado apenas como Antonio, que teria fornecido comida durante os dias em que a dupla foi mantida em cativeiro.

A polícia apresentou ontem a arma que teria sido usada para matar Felipe. É uma espingarda cartucheira, calibre 28, pertencente a Pernambuco e que teria sido escondida por Antônio Matias de Barros, 48. De acordo com o delegado Sivio Balangio, a arma é obsoleta e tinha apenas uma cartucho.

Conforme a polícia, o grupo tinha percebido que não havia objetos de valor com casal quando Liana informou que tinha “posses”. Diante dos novos fatos, o grupo decidiu matar Felipe para começar a trabalhar na proposta de resgate que pediriam aos familiares de Liana.

Felipe foi morto no domingo, dia de Finados. O crime teria sido cometido por Pernambuco. Felipe teria caminhado em linha reta até chegar fora do campo visual de Liana e de Agnaldo, que a observava, quando Pernambuco deu um único tiro com a espingarda.

Ainda conforme a polícia, a decisão de matar Liana surgiu depois que o grupo percebeu que o cerco policial estava perto do cativeiro. Pernambuco teria resolvido matar a menina na madrugada de quarta-feira da semana passada. Ele teria dado a primeira da 15 facadas. Os outros golpes foram feitos pelos menor.