Tsunami pode colocar 2 milhões abaixo da linha de pobreza

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 13 de janeiro de 2005 as 15:05, por: cdb

O Banco de Desenvolvimento Asiático alertou que os estragos provocados pelo terremoto e pelo tsunami que atingiram o sudeste da Ásia podem resultar num aumento significativo na pobreza na região.

O banco acredita que mais 2 milhões de asiáticos podem cair abaixo da linha de pobreza se não forem combatidos os problemas de saúde e de más condições sanitárias, vivendo com menos de US$ 2 (R$ 5,39) por dia.

De acordo com o correspondente da BBC, Crispin Thorold, na Indonésia mais um milhão podem passar a viver abaixo da linha de pobreza; na Índia, esse número pode chegar a 645 mil, e no Sri Lanka a 250 mil.

Impacto

Mas em termos macro-econômicos o estrago causado pode não ser tão destruidor para as economias da região quanto se temia inicialmente.

O Banco de Desenvolvimento Asiático afirma que áreas rurais, e não regiões industriais, foram mais afetadas pelo grande número de mortes – calculado até agora em cerca de 150 mil pessoas.

As economias de Indonésia, Índia e Tailândia podem resistir a choques econômicos, mas o Sri Lanka e as Maldivas podem não ter a mesma sorte.

As economias destes dois últimos países são menores e mais dependentes das indústrias de pesca e de turismo.